A autarquia de Grândola continua a reivindicar, junto da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a criação de mais praias no Concelho e o reforço dos equipamentos de apoio.

Praias de Grândola. Fonte: Câmara Municipal de Grândola

 

Prevendo a receção de milhares de visitantes, ao aproximar-se o início de mais uma época balnear, a Câmara Municipal insiste na necessidade urgente da APA autorizar a criação de novas praias no Concelho, com os respetivos equipamentos de apoio. Reinvidica-se também que a revisão da capacidade autorizada para as atuais praias, que não corresponde à elevada procura.

No âmbito da revisão do Programa da Orla Costeira Espichel-Odeceixe (POC-EO) – que ainda se encontra a decorrer – o Município deu um parecer desfavorável à proposta que esteve em discussão pública, afirmando que “as propostas de frentes de praia, classificações e dotações não darão resposta à procura que se regista e que é crescente.”

O Executivo considera que a proposta é “um instrumento de ordenamento desatualizado e desadequado à resolução dos problemas a que deveria dar resposta e que, por isso, irá perpetuar a utilização balnear existente no litoral alentejano de natureza informal, em troços significativos da costa (desprovida, por isso, de condições de segurança), de deficientes condições de acessibilidade, de estacionamento desregrado nas envolventes das praias, muitas vezes em situações de risco para a segurança pública e para a salvaguarda ambiental".

Aguarda-se então, com elevada expetativa, que o documento final dê resposta às diversas necessidades identificadas.

Informação



  • Criada em 2022-06-13 10:44:43


  • Criada em 2022-06-09 10:44:06


  • Criada em 2022-06-08 10:43:36


  • Criada em 2022-06-07 10:43:03


  • Criada em 2022-06-06 11:47:44

Faça publicidade na RCG

JSN Megazine is designed by JoomlaShine.com